terça-feira, 26 de abril de 2011

Amor Platônico


Tão longe

E dentro de mim
Distante
E dono dos meus pensamentos

Quando mais preciso
Não te encontro
Quando mais te quero
Mais sozinha fico

Por que alimento este sentimento
De um amor platônico
Impossível?
Por que insisto em te querer
Mesmo sabendo
Que para nós
É totalmente iludível?

Mesmo assim continuo essa utopia
Que sentirei um dia tua boca na minha

Mesmo assim continuo em teus sonhos, meu amor.
Cumplices de um mesmo desejo, uma mesma loucura.
Que nem mesmo a distância ou tempo, nem mesmo o medo ou segredo.
Vai me impedir de ser tua.

SOL.Sunshine



Nenhum comentário: