segunda-feira, 25 de abril de 2011

Mar de Lágrimas!

Se todos parassem de chorar
Com certeza o mar secaria
Mas isto não pode acontecer
Em uma humanidade
Onde o sofrimento predomina

Então temos o mar
Que também é feito de lágrimas de alegrias.

Mar, então tua água não é tua.
E a todos pertence
Águas que surgiram de amor, de sofrimento.
Lágrimas derramadas
Algumas aos gritos
Outras em silêncio.

Por isso nas quebradas das ondas
Podemos ouvir teu chorar
Sentimos teu sofrimento, que como lamento.
Faz-nos tanto meditar.

Chorando um mar de saudades
Chorando nas ondas do amor
Chorando na praia, calada.
Chorando em silêncio, minha dor.

SOL.Sunshine

Nenhum comentário: