segunda-feira, 30 de maio de 2011

METAMORFOSE


Trancada em um casulo
Na metamorfose
Sem pressa de sair e afrontar o mundo

Deixa-me aqui, quieta.
Esperando o meu tempo oportuno
Com uma aparência indesejável
Nada atentada com o futuro

Não tenho de sair, ansiedade.
Prefiro ficar fechada
A enfrentar a maldade

No meu tempo adequado
Na hora que está marcada
Sairei do casulo
E estarei transformada.

Sol.Sunshine

Nenhum comentário: