terça-feira, 28 de junho de 2011

RENDO-ME


Taças pela metade
Esquecido o vinho,
Teus dedos desabotoando suavemente
Meus botões
Um beijo no colo, nos seios.
Um gemido
O desabrochar de emoções

No quarto a meia luz
A mágica irradia
Em nossos corpos nus
O deleite e a paixão
Sentimos em cada gesto de carinho
Em cada momento de desejo
Nossos beijos
Nossas mãos

A música tocando suave
Vivemos este momento só nosso
De completa entrega
Alma, corpo e espirito.
Onde a vida parece não ter pressa
Tua boca encontra a minha
Sinto o toque quente de tua língua
E entre beijos e caricias
O pulsar dos nossos corações

Tomas-me com ternura
Cada olhar, cada carícia.
Tornam desnecessárias as palavras
Meiga e dengosa me entrego ao teu querer
Não pensamos em mais nada, e vivemos o êxtase.
Deixo-me dominar aos teus caprichos
Quando na verdade realizas os meus sem saber.

As janelas abertas
As cortinas voam com a brisa ao entrar
Escutamos lá fora o barulho envolvente das ondas do mar
Amamo-nos embriagados de desejo e prazer
Os beijos molhados, doces e demorados.
Rendo-me
E em teus braços
Me entrego totalmente a você!
 

SOL.Sunshine

Nenhum comentário: