terça-feira, 30 de agosto de 2011

LIVRE ARBÍTRIO!


 A lágrima teima em cair dos olhos marcados
Os ombros caídos e cansados tentam levar o fardo
Os pés cambaleiam descalços pela estrada que parecem ter mais pedras em um caminho já conhecido e agora desfigurado.
O corpo geme de uma dor latente que só a alma sente.
A cabeça dói como se fosse explodir de pensamentos alternados.
E lembranças sofridas misturam-se com momentos de amor e prazer.
Dias que vão longe!
Olha-se para trás e sente como se fosse ontem.
Enquanto a boca cala a mente gira.
Turbilhões de emoções dentro de você!
O que fazer?
É a vida.
Consequências de nossas próprias escolhas
Livre arbítrio que nos foi dado no principio.
Agora é colher a raiz de amargura que se plantou
A lágrima que a regou
A terra de um coração amargo em que brotou.
Aprender com a dor.
Superar e
Viver!

SOL.Sunshine

Nenhum comentário: