domingo, 29 de janeiro de 2012

NO PALCO DA VIDA

Passiva assisto a vida projetada através da minha vitrine
Passar por mim em olhares sofridos.
Em problemas nunca resolvidos,
Sempre em pressa alucinada.
Passar nas brincadeiras de adolescentes totalmente alheios as responsabilidade.
Em mendigos que imploram um pouco de atenção, um pedaço de pão.
Aos sorrisos infidos.
Aos meus olhos a vida desfila seus conflitos.
Até quando ficarei parada contemplando que passe por mim?
Levanto-me do comodismo.
Desisto de aguardar que o  tempo haja a meu favor.
Resolvo tomar eu mesma a direção do ato seguinte.
Com um golpe em ímpeto  quebro os vidros da vidraça embaçada.
Deixando de ser uma mera espectadora,
E tornar-me protagonista de minha própria história.
Escreverei meus capítulos dia a dia.
Afastarei os estilhaços para não ser Machucada, ferida.
Tendo o cuidado de caminhar segura em um novo caminho escrito.
Escolherei a canção e os arranjos composto da trilha sonora.
Não serei mais plateia assistindo a vida.
Serei autora!
Serei artista!
Atuarei vivendo a realidade,
Saindo de trás da coxia escura e pressionada.

SOL.Sunshine

Nenhum comentário: