sexta-feira, 8 de junho de 2012

APENAS UMA DOR...

Nada
Não é nada...
Apenas uma dor
Uma dor que não passa
Como se do peito meu coração tivesse sido arrancado sem misericórdia
Como se eu pudesse sentir o sangue quente derramando
Ou seriam as lágrimas que mornas insistem em lembrar-me que acabou?
Que dor é essa maior que meu peito?
Que dor é essa que corrói minhas entranhas?
Que me faz gritar teu nome?
E me tira o fôlego,
Busco o ar
Busco e não consigo respirar...
Não encontro respostas
Não existem respostas
Por que meu corpo teima em levantar e continuar,
Quando minha alma já não mais existe?
De que vale um corpo sem vida?
De que adianta a vida sem alma?
De que me adiantam palavras?
Não entendo mais nada.
Não creio em mais nada
Melhor me é calar
E como infelizmente não consigo parar
Apenas  me ponho a chorar
E chorar
E chorar...
Até que, como folha morta,
Completamente secar.


SOL.Sunshine


Nenhum comentário: