quarta-feira, 28 de novembro de 2012

ANJO DE ARÉOLA ENFERRUJADA


Senti tua sutil e suave presença...
Um perfume de jasmim invadiu meu quarto.
Senti um vento frio soprar suavemente meus cabelos...
Um frisson na pele...
Senti um pulsar
descompassar meu coração...

Não sei como entraste
Apenas senti
O teu toque suave,
delicado...
Abraçou-me por trás
Segurei teus braços fortes envolvendo-me
Tua tez tão branca e perfumada me cobriu.

Reclinei suavemente a cabeça em teu peito
Fechei os olhos e suspirei
 Como a dizer-te:
“Enfim chegaste,
Eu tanto esperei...”

Descansei em teu colo
Senti-me segura e protegida
Levaste-me ao leito onde
com doçura me amaste...
Cada carícia de teus dedos em meu corpo
teu olhos acompanhavam
E os meus vidrados na delicadeza e brandura da tua face.

Adormeci acalentada por teus beijos
Teus carinhos, tua ternura...
Quando acordei o dia
se fazia iluminado
por uma luz esplêndida
Procurei teu corpo e minhas mãos ansiosas encontraram junto a uma rosa branca,
uma aréola enferrujada...
Olhei para porta e vi que esquecestes algo...

Tuas assas meu anjo...
Para me dá a certeza...
De que estiveste ali.


SOL.Sunshine

Nenhum comentário: