quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

ALQUIMIA



Nesta noite meu doce e suave perfume exalando rosas de uma mulher pronta pra amar
encontrou o teu perfume de homem, seco, amadeirado e quente a me cortejar.
E juntos aos nossos corpos nus,
nossa saliva e nosso suor
Fizeram surgir uma nova fragrância
ao nosso momento
de amor.

Que cheiro é esse que só nós conhecemos?
Este perfume que é ao mesmo
instante adocicado e abrasador!
De um néctar que sinto em cada
parte de teu corpo
Um perfume que penetra minha pele insistentemente
Me faz desfalecer,
me enche de calor.

Quando deitaste ao meu lado e
me beijaste a boca,
apagamos a luz e nos procuramos na penumbra,
apenas o nosso perfume pairava no ar,
bailando embalado ao som dos
nossos corações cansados,
uma melodia de satisfação
que me faz delirar.

Aquele perfume no ar me embriagava de prazer,
eu não sei dizer em que momento
ele surgiu ou o senti,
se no êxtase do gozo,
ou no instante do repouso.

O perfume!
Ah! O perfume...
Fez-me sonhar...



SOL.Sunshine

Nenhum comentário: